quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Resenha: Papisa Joana - Donna Woolfolk Cross

Resenhista: Fernanda
Tema: Romance Histórico


Fascinante

Joana era filha de um padre da região da Inglaterra e de uma herege, uma pagã saxônica, nasceu e viveu em uma época bastante difícil para as mulheres, onde eram consideradas inferiores, sem inteligência e sem alma. Devido a isso sempre tinham que estar sob a tutela e sob o mando de um homem.

Desde sua infância, Joana, já mostrava inteligência diferenciada e grande ânsia de aprender. Com uma determinação fora do comum ela consegue aprender a ler e escrever em Latim.

Joana decide fugir de casa quando surge a oportunidade de ir para uma escola em outra cidade, deixando para trás os problemas com o pai autoritário e violento. Joana se destaca em seus estudos, mas sofre com as limitações por ser mulher.

Com a morte de seu irmão, Joana, se disfarça de homem, se tornando assim irmão João Ângelo, padre médico de muito conhecimento em Roma.

Com sua popularidade, bondade e conhecimentos, Joana se torna Papa João VIII e governa Roma por dois anos. Papado que foi anulado do livro dos Papas e destruído qualquer indício de sua existência pela Igreja.

O livro é resultado de várias pesquisas feitas pela autora, além de fascinante e surpreende em muitos pontos. A autora relata fielmente a ordem cronológica, não só da vida de Joana, como as artimanhas e depravações religiosas da época. 

Gostei muito desse livro. Papisa Joana é uma das personagens mais fascinantes que conheci, um romance histórico maravilhoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário